Stadhagaldr, a Yoga Rúnica

Você sabe o que é Stadhagaldr?

Aprendi desde cedo, graças a uma das melhores professoras de linguagem que já tive na minha vida, que o melhor método de sabermos o que uma palavra significa é observar a morfologia da mesma. Um exemplo básico do nosso velho português: “biologia”.
Bio – Vida. Logia – Estudo = “Estudo da Vida”.

Fácil, não? E aplicável a qualquer idioma, acredito eu.

Para sabermos (e não esquecermos) o que significa a Stadhagaldr, vamos olhar para a morfologia da palavra. Stadha + Galdr, duas palavras do nórdico antigo que significam, respectivamente “postura” e “encanto, feitiço ou por vezes som “.  Ou seja, a prática do Stadhagaldr nada mais é que uma ritualização das runas através da nossa postura (ou asanas, numa linguagem comum da Yoga).

“O corpo mimetiza as runas por meio de posturas psicotrópicas, concentrando a mente no seu significado esotérico, chamando para o exterior do mundo natural o seu som e poder vibratório, trazendo assim à superfície a energia psíquica oculta na sonoridade  da fórmula sagrada que a rege. Dessa forma, o Önd, força divina presente nas runas, revela-se no corpo do adepto.” – Treço de As Moradas Secretas de Odin, de Valquíria Valhalladur.

Resultado de imagem para stadhagaldr

Do contrário que se pensa, a Stadhagaldr não é uma prática moderna ou “Invencionice”. Existem registros de povos do Norte da Europa que praticavam algo semelhante à Yoga hindu antes das batalhas como preparação. Documentos históricos também relatam que, na Europa, praticantes de Bruxaria Tradicional Britânica faziam uso de “posturas de maldições”, cujas raízes parecem surgir dos germanos ou anglo-saxões.

Frieddrich Marby defendia que a prática de exercícios rúnicos aumenta a energia vital, fortalecia o psiquismo, torna o corpo mais ágil, o pensamento mais fluido e intenso e até mesmo rejuvenesce a alma.

Resultado de imagem para runes

Acredita-se que, com o aperfeiçoamento do corpo à essa ginástica rúnica, o nosso campo áurico fica sensível às energias ao redor, concedendo maior envolvimento com a natureza, sentimos as runas soprarem seu lado oculto. Alguns benefícios da prática podem ser:

  1. controle do corpo pela postura (stadha)
  2. controle dos pensamentos pelo som (galdr)
  3. controle da respiração
  4. controle das emoções
  5. atenção às mensagens das runas que ressoam no nosso ser e dos Mundos de Yggdrasil
  6. controle da vontade no sentido de direcioná-la a um objetivo

Aguarde, pois em breve faremos uma série de vídeos no nosso canal, ensinando a vocês como executar tais práticas rúnicas.

 

Até breve

Mielikki

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s